CORPO CLÍNICO

16 anos de experiência em
Medicina Hiperbárica.

NOTÍCIA

Infográfico: entenda como funciona a Oxigenoterapia Hiperbárica
No Instituto de Medicina Hiperbárica, os pacientes podem ter acesso, conforme a indicação, à Oxigenoterapia Hiperbárica, que é um tratamento médico indolor e não invasivo em que o paciente respira 100% oxigênio, em uma pressão superior a atmosférica ao nível do mar, dentro de uma Câmara Hiperbárica. A associação do tratamento habitual com a Oxigenoterapia Hiperbárica é eficiente...


Leia Mais

MEDICINA HIPERBÁRICA

O que é Medicina Hiperbárica?
No tratamento de Oxigenoterapia Hiperbárica o paciente fica dentro de uma câmara pressurizada respirando oxigênio puro. Ao aumentar a quantidade de oxigênio transportada pelo sangue, o tratamento melhora a circulação em tecidos com pouca irrigação e estimula a formação de novos vasos, podendo reverter os processos isquêmicos presentes em feridas, traumas e infecções, além de...


Leia Mais

TRATAMENTOS

CIRURGIA GERAL E GASTROENTEOROLOGICA

- Queimaduras térmicas, elétricas e químicas- Ferimentos de difícil cicatrização- Enxertos e retalhos comprometidos ou de risco- Celulites, fascilites e miosites, após cirurgias plásticas reparadoras e estéticas ( mamas, abdômen e lipoaspiração)- Infecções necrosantes de tecidos moles após procedimentos invasivos estéticos (como injeção ou aplicação de produtos biológicos...


Leia Mais
PÉ DIABÉTICO E DOENÇAS VASCULARES

As complicações mais comuns em diabéticos são infecções e problemas de circulação nos membros inferiores, que podem levar a amputação decorrente de úlceras no pé diabético. A Federação Internacional de Diabetes (FID) estima que a cada 20 segundos uma amputação aconteça no mundo por esse motivo. Estudos científicos indicam que até 85% destas amputações foram precedidas por...


Leia Mais
INFECÇÕES

- Infecções bacterianas de partes moles: aeróbias e anaeróbias, abscedantes e/ou necrosantes (ex: impetigo disseminado, piodermite gangrenosa, piomiosite, etc.)- Erisipela- Micoses invasivas ( Actinomicose, Mucormicose, etc)- Osteomielites primárias com má resposta ao tratamento- Hanseníase em casos selecionados- Otites médias, externas e mastoidites de evolução crônica, otite externa...


Leia Mais
FERIDAS

Às vezes, um simples arranhão na perna de uma pessoa que tem varizes ou um pequeno ferimento nos pés de um diabético são suficientes para dar origem a uma lesão crônica, que persiste por meses e até anos, sem responder aos tratamentos com curativos. A associação do tratamento habitual com a Oxigenoterapia Hiperbárica é eficiente para ativar a cicatrização dos tecidos e diminuir o...


Leia Mais
LESÕES PÓS RADIOTERAPIA

Após o tratamento de radioterapia, ocorre uma espécie de degeneração nas áreas que foram irradiadas, que faz com que elas estejam mal vascularizadas e sejam mais sensíveis até a pequenos traumas, o que pode levar a uma dificuldade de cicatrização.A Oxigenoterapia Hiperbárica atua a recuperação deste tecido, com formação de novos vasos sanguíneos e estimula a cicatrização. Confira...


Leia Mais
ORTOPEDIA/TRAUMATOLOGIA

- Fraturas expostas em casos selecionados- Osteomielites hematogênicas pós cirúrgicas e pós fraturas
- Artrites sépticas
- Pseudartrose com ou sem infecção
- Cirurgia de prótese infectada
- Cirurgia ortopédica infectada
- Necrose asséptica de cabeça de fêmur



Leia Mais
TRAUMA

Novas tecnologias tem sido agregadas com o objetivo de reduzir o tempo de recuperação, modificar o curso de evolução das lesões, melhorar o resultado final e com isso, diminuir significativamente as sequelas e o tempo de convalescência.Neste contexto, a Medicina Hiperbárica, através de protocolos internacionais, tem tido papel importante no tratamento e recuperação de lesões por...


Leia Mais